02/01/13

10/04/12

18/10/11

A Vida no Cosmos e a Astrofísica



Uma viagem pela nossa galáxia onde foram abordados temas como a vida das estrelas as condições de habitabilidade de outros planetas. Palestra de Rui Agostinho (Observatório Astronómico de Lisboa) no Pavilhão do Conhecimento, durante a Noite Europeia dos Investigadores 2011.
Ver +

04/09/11

WikiCiências

A WikiCiências é uma enciclopédia em linha com os conceitos de ciência elementar, criada pela Casa das Ciências da Fundação Calouste Gulbenkian, dirigida aos alunos e professores do ensino básico e secundário.

A WikiCiências tem acesso livre e todos os artigos publicados são sujeitos a uma avaliação prévia por pares. Todos os artigos estão abertos à crítica e à melhoria na perspectiva colaborativa típica da Internet.

02/09/11

HAJA LUZ! UMA HISTÓRIA DA QUÍMICA ATRAVÉS DE TUDO


TUDO está relacionado com tudo. No caldeirão onde fervilham as ciências e as artes há paralelos e influências mútuas. Haja Luz! é uma história heterodoxa, onde a química vem entrelaçada não só com as outras ciências mas também com a literatura, a música, as artes visuais, o cinema, a filosofia, etc. Aqui, o químico Humphry Davy aparece de braço dado com o poeta Samuel T. Coleridge, Richard Wagner partilha a divisão do trabalho com Adam Smith, e a pintura de René Magritte é invocada a propósito de Louis Pasteur; Marilyn Monroe está associada ao carbono, Jules Verne e Jacques Offenbach celebram o oxigénio, Sebastião Salgado fotografa a alquimia sufocante do enxofre. E tudo começa com Joseph Haydn, e a sua oratória, A Criação.

A química resulta de uma curiosidade básica: saber de que é que são feitas as coisas. Nesta fascinante digressão histórica, desde a época áurea dos Gregos (ou será desde o Big Bang?) até aos dias de hoje, Jorge Calado mostra como a química moderna deriva do conhecimento do fogo da combustão e do raio do relâmpago, isto é, da energia. Calor e electricidade permitiram analisar a terra, a água e o ar, até chegar ao conceito de elemento, representado pelo átomo. Para o melhor e para o pior, Prometeu e Frankenstein são os génios tutelares da química. Neste Ano Internacional da Química (2011) é útil recordar como a química pôde dar novas ciências à ciência - a farmacologia, a termodinâmica (ciência da energia), as ciências dos materiais, a bioquímica, etc. A química é construída por pessoas: homens e mulheres, novas e velhos, com gostos e desgostos. A química é útil, divertida, perigosa, bonita, estimulante, frustrante, e indispensável.


Ler +
> + informações na FNAC

Related Posts with Thumbnails